Canal da Areinha é um dos grandes criadouros de aedes eagypti de São Luís

O canal da Areinha, em toda a sua extensão é um dos locais de maior poluição em todo a área próxima do centro histórico de São Luís. A água que procede de esgotos, das chuvas, do mar e grande parte está parada, com o enorme lixeiro em que se transformou. É uma das causas de doenças que afetam moradores dos bairros da própria Areinha, Fátima e grande parte do Anel Viário.

Recentemente, estive conversando com pessoas que moram às margens do canal, tendo elas nos informado que o local é um grande criadouro de aedes aegyti e que tem maltratado muita gente com dengue. Crianças e idosos são os que mais sofrem, que também são afetadas por crises respiratórias. Na oportunidade, uma senhora revelou que já fizeram inúmeras solicitações às autoridades para pelo menos reduzir o volume de lixo que está acumulado nas duas margens. Como não há fiscalização, todos os dias são carroças, camionetas e caminhões despejando lixo e muito resíduos sólidos de construção civil, nos afirmou na oportunidade.

A verdade, é que se não houver pelo menos ações paliativas emergenciais, a dengue pode tomar proporções graves e infectar praticamente os bairros mais próximos. Agora é esperar pela boa vontade, caso haja, das autoridades a quem de direito, para desenvolverem ações para uma situação insustentável.

Fonte: AFD  

 

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *