SÉRIA CRISE À VISTA NO SISTEMA DE SEGURANÇA PÚBLICA

A governadora Roseana Sarney poderá enfrentar uma séria crise na área da Segurança Pública. Ao colocar o deputado estadual licenciado Ricardo Murad, secretário de saúde para acumular a segurança pública como parte de uma articulação com o ex-secretário Aluísio Mendes, a chefa do executivo estadual conhecendo perfeitamente estilo do cunhado de atropelar a tudo e a todos não será surpreendida com quaisquer atitudes advindas dele.

Conhece a sua capacidade autoritária de sempre impor a sua vontade, e que nem mesmo ela consegue conciliar ou reverter.

Ricardo Murad já deu sinais bem claros de que pretende reverter a determinação da governadora Roseana Sarney, que desvinculou a Policia Militar da Secretaria de Segurança Pública, colocando-a diretamente ligada ao Gabinete do Governo. As primeiras iniciativas já causaram inquietações no Estado Maior da Policia Militar e há sinais de que a corporação não irá aceitar o retrocesso. O que existe em construção na Segurança Pública é o retorno da PM à subserviência como era antes, quando por algumas vezes Aluísio Mendes em solenidades desrespeitou oficiais superiores da instituição. Ricardo Murad pretende primeiramente promover o retrocesso na PM e posteriormente entregar o cargo para o agente da policia federal Laércio Costa, secretário adjunto e assim abrir espaços para que Aluísio Mendes, mesmo de fora da pasta volte a manipular a Policia Militar, inclusive com os recursos do seu orçamento, através do seu ventríloquo.

Se a tentativa for tomada e a governadora acatar a imposição do cunhado, os problemas tomarão proporções inimagináveis. Para um governo totalmente desacreditado, sem um mínimo de respeito e argolado na corrupção deslavada, um conflito dessa ordem será o caos total, inclusive com reflexos altamente negativos para a população maranhense.

O clima dentro da Policia Militar é de expectativa e desconfiança, mas há unidade contra o retrocesso.

O seu endereço de e-mail não será publicado.