Reajuste de 9% para servidores anunciado por Flavio Dino está distante das perdas salariais de mais de 50%

Muito ao seu estilo sempre recheado de sofismas, o governador Flavio Dino encaminhou mensagem a Assembleia Legislativa do Estado, propondo aumento de 9% aos servidores parcelados em duas vezes a partir de fevereiro de 2022. Quando o reajuste entrar em vigor já terão decorridos sete anos em que o dirigente do executivo estadual não deu qualquer aumento e muito menos fez qualquer reposição salarial aos servidores públicos estaduais.

O grupo de servidores da administração geral, em que está o maior número servidores públicos, as perdas salariais que chegam a 07 anos em janeiro de 2022, atingiu o percentual de 50,85%, vindo as seguir o grupo de funcionários do grupo estratégico que acumulam perdas salariais de 59,25%. Fazendo-se uma avaliação dentro da realidade, a tão decantada proposta de aumento de 9% para os servidores públicos, o governador Flavio Dino não consegue atingir a 20% das perdas das duas categorias. O grupo da administração geral continuará com uma perda de 41,75% e a do setor estratégico acumulará a defasagem de 50,25%.

Quanto aos grupos do magistério, segurança e assessorias, todos recebem tratamento diferenciados, mas mesmo assim, com a exceção das assessorias, os demais também acumulam perdas em percentuais um pouco menores.

O estardalhaço que o governador Flavio Dino já está fazendo é vergonhoso para ele, decorrente dos sete anos que impôs salários de fome e miséria para os servidores públicos, chegando a agora com um reajuste de 9%, que na realidade não chega a representar 20% das perdas, durante a administração do governador.

               Fórum das Carreiras do Serviço Público vai reunir para avaliar

Os sindicatos das diversas categorias profissionais do serviço público, que integram o Fórum vão marcar reunião para uma avaliação da proposta do governo, para então se manifestar pública, esperando inclusive o posicionamento do legislativo estadual sobre a mensagem do governador Flavio Dino.

Os percentuais das perdas salariais, dos servidores públicos estaduais constantes nesta matéria, nos foi fornecido pela assessoria técnica do Fórum das Carreiras do Serviço Público.

Fonte: AFD

 

 

 

 

 

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *