Josimar de Maranhãozinho reafirma candidatura do Governo do Maranhão, mas na verdade quer barganhar

 

  O deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL) é aquele parlamentar que diz ter sido o que mais destinou recursos para prefeituras do Maranhão, através emendas parlamentares, que chegou a deixar em seu escritório em São Luís, mais de R$ 2 milhões que foram encontrados pela Polícia Federal. Tentou convencer as autoridades que o dinheiro era proveniente de venda de gado de uma das suas inúmeras fazendas, mas não conseguiu. A verdade é que o dinheiro seria resultante de negociatas feitas com prefeitos para o desvio de recursos públicos e assim subtrair dinheiro que deveria ser aplicado saúde.

Maranhãozinho chegou a ter um encontro com o governador Flavio Dino, que teria lhe proposto um acordo político pelo qual ele o apoiaria ao senado e o vice-governador Carlos Brandão à sua sucessão. Na ocasião ele afirmou ao dirigente do executivo estadual que é candidato ao governo, mas na verdade, ele aberto a propostas e quer ouvir outras para se decidir pela melhor oferta, haja vista que deverá tratar da sua reeleição a deputado federal e da sua esposa Detinha a deputada estadual.

O parlamentar que teria elegido no último pleito municipal 40 prefeitos e que tem neles, o seu capital político, quer se arrumar de maneira confortável com o candidato que despontar melhor vantagem para vencer o pleito. Há quem afirme, de que ele teria tido alguns encontros com o senador Weverton Rocha, mas não houve prosperidade para a união de forças para dar suporte ao senador.

Pelo que se comenta, Josimar de Maranhãozinho tem a intenção de emplacar a sua esposa, a deputada estadual Detinha como candidata a vice-governadora, mas com o candidato que melhor estiver colocado nas pesquisas, o que no momento é um tanto impossível, mas como os interesses pessoais estão sempre acima dos políticos e dos coletivos, tudo é possível.

Fonte: AFD

 

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *