Governador até quando o povo da Baixada terá vidas ameaçadas com os ferrys boats sucateados?

Infelizmente o Governo do Maranhão e as instituições de fiscalização e controle, continuam não dando a devida e necessária atenção para os sérios riscos que diariamente são expostas milhares de vidas de pessoas que trafegam nos sucateados ferrys boats, que operam entre a Ponta Espera em São Luís e o Cujupe na Baixada Maranhense.

A população da Baixada viveu no ontem (29), mais um dia de desespero por falta do transporte, gerando muita confusão, uma vez que estavam em operação apenas três ferrys, tendo um ficado parado no Cujupe, por pane no leme e os outros operavam com bastante dificuldade e com riscos de até não concluírem as viagens. A verdade é que milhares de passageiros, assim como veículos ficaram impedidos de locomoção.

Nestes casos sérios de caos, a Agência de Mobilidade Urbana – MOB, não aparece e não tem ninguém para dar uma informação aos usuários. O que as pessoas e empresários questionam é que foi feita a licitação pública para a exploração dos serviços, uma vez que as duas empresas atuais, somadas não oferecem um mínimo de um serviço para atender a demanda, sem falarmos nos riscos diários a que a vida de muita gente é colocada em perigo.

Desde o mês de julho a MOB ficou de anunciar a empresa vencedora da licitação pública, mas não o faz, dando origem as mais diversas especulações, dentre as quais é que o Governo do Maranhão teria preferência por uma empresa paraense, que não tem ferry boat, operando apenas com balsas. O negócio que vem sendo colocado a público, que ela encamparia as sucatas das duas atuais empresas que exploram o serviço colocando vidas em perigo todos os dias, enquanto trataria de comprar outros ferrys boats usados, em que o Maranhão é um mercado atrativo para sucatas.

A situação é grave e insustentável e o aumento do número de pessoas que utilizam os serviços, no final do ano, período em que muita gente se desloca para o natal, se não houver uma atitude emergencial, o Governo do Estado continuará com as mesmas irresponsabilidades. Tudo ficará por conta da administração da MOB, que não tem um mínimo de respeito aos usuários e dá plena demonstração de que está banalizando a vida de milhares de pessoas, sem falarmos nos patrimônios de empresários e passageiros com os veículos que são transportados.

Fonte: AFD  

 

 

 

 

 

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *