Depois de abominar a família Sarney, Edinho Lobão volta as suas origens

    Lobão Edinho Lobão criticou família Sarney e depois retornou ao ninho antigo

O suplente de senador Edison Lobão Filho, quando teve o seu nome anunciado como substituto de Luís Fernando Silva, para ser o candidato da situação ao Governo do Estado, em entrevista concedida ao Jornal Pequeno, abominou o grupo Sarney e insinuou que a sua campanha seria distante deles e que empunharia uma bandeira própria com o seu pai, o senador licenciado Edison Lobão, Ministro das Minas e Energia. Ninguém acreditou em Edinho Lobão, que nunca disputou uma eleição e sabe perfeitamente que o seu genitor cresceu e se desenvolveu dentro do grupo Sarney e ele também. Ontem, ao ser recepcionado no aeroporto de São Luís e na Assembleia Legislativa do Estado, ele estava colado na governadora Roseana Sarney, e sabe que se quiser ir a algum lugar o caminho será o determinado pela família Sarney.

       A ausência do poderoso Ricardo Murad, na recepção festiva para Edinho Lobão foi bem notada, e deu origem a diversos comentários. O primeiro é que Edinho Lobão já teria manifestado para Roseana Sarney, que gostaria ter sob o seu controle as pastas da Saúde, Sedes e Infraestrutura para dar uma maior dimensão à sua candidatura. Na saúde, segundo propostas do candidato, há necessidade de humanização com a socialização de ações preventivas, sem o desespero de construções de unidades hospitalares, que depois o próprio governo não terá meios eficazes para mantê-los. Na área das Sedes, o candidato defende politicas efetivas no meio rural, sem clientelismo que não leva a nada e naturalmente um combate a pobreza extrema, que nunca foi executada em nosso Estado. Na infraestrutura, se trata de um acompanhamento das obras de construção de estradas, para que quando ela esteja sendo concluída,não se retorne a tapar buracos no início delas.

       O comandante da saúde e da segurança não teria gostado da ideia de Edinho Lobão em ter o controle da gestão da saúde e está tomando distância do candidato da situação, mesmo sabendo que não lhe restará outra alternativaa não ser apoiar a decisão do grupo politico, do qual faz parte. Há quem acredite que muitos questionamentos venham surgir e haverá necessidade de muito jogo de cintura para a reparação de arestas.

O seu endereço de e-mail não será publicado.