Câmara aprova PEC dos Precatórios em segundo turno com diferença maior de votos

A pressão da direção do PSB e PDT aos deputados que votaram favoráveis no primeiro turno acabou aumentando a diferença no segundo turno. A aprovação da PEC é a aposta do governo para a execução do Auxílio Brasil.

A Câmara dos Deputados aprovou em segundo turno, por 323 votos contra 172, a Proposta de Emenda à Constituição nº 23, conhecida como PEC dos Precatórios. A aprovação representa uma vitória para o governo, que tem na PEC a possibilidade de ampliar em R$ 91,6 bilhões o espaço para gastar no orçamento de 2022, ano eleitoral. A justificativa do governo é que o projeto é necessário para viabilizar a execução do Auxílio Brasil, a nova formatação do Bolsa Família. Deputados avaliam, ainda, quatro destaques.

A proposta foi aprovada em primeiro turno na madrugada da quinta-feira passada (4). O texto recebeu 312 votos favoráveis e 144 contrários. Para a aprovação de uma PEC são necessários pelo menos 308 votos a favor da proposta.

Fonte: R7 

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *