A maior denúncia de todos os tempos contra Lula e partidos de esquerda

A jornalista Elisa Robson foi uma das primeiras a repercutir mundialmente, a notícia de que governantes da América Latina, incluindo Lula, teriam recebido dinheiro do tráfico internacional.

A denúncia foi feita por Hugo ‘El Pollo’ Carvajal, ex-chefe da inteligência venezuelana, que está preso na Espanha. Inúmeros políticos que receberam fortunas  de bilhões de dólares do tráfico internacional têm dinheiro integrando fortunas de grandes empresários ligados aos políticos, com acompanhamento bem de perto.

“Esses grupos se organizaram de tal maneira que conseguiram tomar o poder em vários países da América Latina e ‘El Pollo’ Carvajal se torna essencial, pois, por 10 anos ele foi o homem de confiança de Hugo Chávez, enquanto Maduro era o ministro de relações exteriores. Então ele acompanhava todos os passos dessa trama.

Foram 10 anos como chefe da inteligência venezuelana e agora ele traz essas revelações bombásticas, de que a diplomacia venezuelana foi usada para corromper os governos da América Latina e da Espanha, onde foi o epicentro de tudo”, disse Elisa em entrevista à TV JCO, lembrando ainda que, nessa mesma época, os governos Lula e Dilma passaram a receber líderes das FARC, como se fossem movimentos revolucionários, ao invés de grupos terroristas e de traficantes.

Lula pode ser preso novamente?

Questionada pelo jornalista Gustavo Victorino, Elisa Robson espera que os documentos que vierem à tona contra o ex-presidente Lula, sejam suficientes para impedir que setores da justiça brasileira e, mais especificamente a Suprema Corte, não consigam continuar com sua proteção, como a que levou à anulação da prisão, de sentenças e mesmo de processos inteiros contra ele.

Para saber, entretanto, o que ocorrerá a partir dos fatos gravíssimos que acabam de surgir, será preciso aguardar os próximos capítulos dessa história de terror, da qual o povo brasileiro foi vítima por tantas décadas.

Jornal da Cidade Online

 

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *